A Clínica Escola permite que seja estabelecido uma relação de ensino entre profissionais e estudantes através do sistema. Os médicos (ou professores) serão os responsáveis pelos alunos, poderão analisar seus prontuários e supervisionar suas ações quanto formandos.


Configurando a clínica

 

Basicamente, uma Clínica Escola consiste em um consultório médico com um responsável e vários alunos ou estagiários. Cada aluno possuirá um orientador e ambos são cadastrados como usuários da clínica, possuindo agendas diferenciadas e sem restrições de funcionalidades, podendo utilizar qualquer módulo do sistema, desde que tenham permissão.

O primeiro passo é marcar a clínica como uma Clínica Escola. Para isso, basta alterar as configurações da mesma e marcar a opção correspondente. As configurações da clínica podem ser acessadas por um Administrador ou Gerente, clicando no menu superior Configurações e selecionando no menu lateral Clinica/Empresa, após isso acessar Clínicas. Como mostra a imagem abaixo.



Para habilitar uma clínica como clínica escola, é necessário que ela já exista, assim selecione uma na tabela de clínicas.

Ao abrir a página ative a opção “Esta é uma Clínica Escola?”, situada ao final do formulário.

Ao marcar a opção, um novo campo estará disponível para edição, como mostra na ilustração abaixo:



O responsável pela clínica precisa ser um profissional cadastrado nela e este, como a descrição sugere, será o responsável pelas ações da clínica.  É em nome deste que serão gerados os relatórios e documentos, por exemplo, ao gerar um atestado sobre uma consulta, em clínicas “normais” (que não sejam Clínicas Escolas), o documento é criado com o nome do profissional que o gerou, nas Clínicas Escolas, será criado sobre o nome do responsável.

 

Configurando os usuários

 

Uma Clínica Escola, além dos usuários com comportamento normal (como os de outras clínicas), pode ter dois tipos de usuários, os orientadores e os alunos/estagiários.

Os profissionais orientadores podem ser qualquer usuário cadastrado que tenha permissões na clínica marcada como escola, ou seja, precisam ser usuários desta, enquanto que os alunos/estagiários são considerados qualquer usuário que possua um supervisor.

Para criar um usuário aluno/estagiário, basta editar um usuário já existente ou cadastrar novo. No formulário de inserção ou edição de dados do profissional, basta ativar a opção “Estágio Supervisionado” conforme imagem abaixo:


Essa opção só estará disponível para clínicas marcadas como escola, não podendo ser selecionada nas demais clínicas. Ao escolher a opção, um campo adicional será exibido para relacionar o aluno/estagiário a um orientador. Como descrito anteriormente, um orientador precisa ser um usuário cadastrado com permissões na Clínica Escola.

A diferença de um usuário profissional “normal” e um aluno/estagiário, é que todos os atendimentos realizados pelo aluno estarão pendentes da análise do orientador, este que poderá deferir ou indeferir o prontuário realizado e também editá-lo, corrigindo erros cometidos pelo aluno.

Sobre a visibilidade desses prontuários gerados pelos alunos, o Clínica das Nuvens, gerencia da seguinte forma: Os alunos não conseguem visualizar os prontuários de pacientes dos outros alunos e os supervisores somente visualizarão os prontuários dos pacientes de alunos que estão orientando, a não ser que alguns destes tenha permissões que possibilitam essa visualização.

Os alunos também não terão os nomes impressos em documentos e relatórios como os responsáveis por tais. Nos documentos que constam o nome do aluno, estará acompanhado do nome de seu orientador ou, em outros documentos, o nome do responsável pela Clínica Escola.

 

Continue lendo sobre Clínica Escola: